Demonologia

Demonologia é o estudo sistemático dos demônios. Quando envolve os estudo de textos bíblicos, é considerada um ramo da Teologia. Por geralmente se referir aos demônios descritos no Cristianismo, pode ser considerada um estudo de parte da hierarquia bíblica. Também não está diretamente relacionada ao culto aos demônios.

domingo, 8 de novembro de 2015

Enganadores e Heréticos dentro do Cristianismo

 Isaías 28:13-14  
“Assim, pois, a palavra do SENHOR lhes será preceito sobre preceito, preceito e mais preceito; regra sobre regra, regra e mais regra; um pouco aqui, um pouco ali; para que vão, e caiam para trás, e se quebrantem, se enlacem, e sejam presos. Ouvi, pois, a palavra do SENHOR, homens escarnecedores, que dominais este povo que está em Jerusalém no reino de Deus. O que é nascido da carne é carne; e o que é nascido do Espírito é espírito.”

Como a Bíblia define 
a palavra “herege?”
A Bíblia define um herege como aquele 
que tem pecado em seu coração 
apesar de crer em Jesus.

Existem muitos escritores falsos hoje em dia, especialmente em países em desenvolvimento. Eles fingem ser escritores, mas normalmente exigem dinheiro de suas vítimas, ameaçando expor algo que elas tenham feito. Pseudo significa algo que parece genuíno, mas não é algo real. Em outras palavras, se refere a algo cujo exterior é completamente diferente do interior.

As palavras “herege” e “pseudo” são usadas com freqüência, especialmente em igrejas Cristãs, mas existem poucas definições exatas do que é um herege e o que deve ser chamado de “pseudo.” Existem poucos que ensinam estes conceitos estritamente de acordo com a Bíblia.

Considerando tais circunstâncias, eu sinto a obrigação de expor o que a Bíblia define como “heresia” e lançar um pouco de luz sob tal assunto. Eu também quero ressaltar alguns exemplos de heresia na vida real e, portanto, teremos que pensar juntos sobre o assunto. Todos que crêem em Deus devem pensar pelo menos uma vez na vida sobre heresia.

Tito 3:10-11 define um herege como uma pessoa facciosa que está pervertida e vive pecando, condenando a si mesma. Um herege é alguém que condena a si mesmo como pecador. Portanto, aqueles que crêem em Jesus, mas têm pecado em seus corações, são hereges perante Deus.

Jesus levou todos os pecados através do Seu batismo, mas os hereges recusam-se a crer no verdadeiro evangelho que traz a salvação para os pecadores e, portanto, condenam a si mesmos a se juntarem ao grupo de pecadores.

Você é um herege? Temos que pensar sobre isso se queremos viver uma vida justa e fiel.

Você não está condenando a si mesmo como um pecador, apesar de crer em Jesus, por ainda não ter conhecido o evangelho da água e do Espírito? Se você se considera um pecador, então você está fazendo um desserviço para Jesus negligenciando a Sua perfeita salvação e o evangelho da água e do Espírito.

Chamar a si mesmo de pecador diante de Deus é admitir que não é filho Dele. Aqueles que confessam a Jesus, “Senhor, eu sou um pecador,” devem reconsiderar a sua própria fé.

Como você pode crer em Jesus e ainda dizer que é um pecador quando Jesus levou todos os pecados do mundo e salvou você perfeitamente da maldição eterna? Como você pode negar o Seu dom gratuito da salvação e se definir como um pecador quando Jesus levou todos os seus pecados através do Seu batismo e foi julgado por todos eles na Cruz?

Tais pessoas são hereges porque querem ser pecadoras afastadas da palavra de Deus. Você precisa conhecer o evangelho da água e do Espírito para evitar cometer heresias perante Deus.

Todos que crêem em Jesus, mas não são nascidos de novo, são hereges, porque ainda possuem pecados em seus corações.

Porque Deus levou todos os pecados do mundo, incluindo os nossos, somos hereges diante Dele se ignorarmos esta benção da salvação. Porque Ele é santo, nós somos hereges se tivermos pecados em nossos corações. Se realmente queremos ser justos, devemos crer no evangelho do batismo de Jesus e do Seu sangue na Cruz.
Qual é a qualificação mais importante 
para um sacerdote?
Ele deve ser nascido de novo.

Vamos ler I Reis 12:25-26, “Jeroboão edificou Siquém, na região montanhosa de Efraim, e passou a residir ali; dali edificou Penuel. Disse Jeroboão consigo: Agora, tornará o reino para a casa de Davi.” Jeroboão era um dos subordinados de Salomão. Quando Salomão tornou-se corrupto em seus últimos anos, Jeroboão rebelou-se contra o rei e mais tarde tornou-se rei das dez tribos de Israel, no tempo de Roboão, filho de Salomão.

A primeira preocupação de Jeroboão quando se tornou rei foi sobre a possibilidade do povo retornar para Judá, onde estava o templo.

Então, ele teve uma idéia para evitar que isso acontecesse. Ele fez dois bezerros de ouro, em Betel e Dan, e ordenou a seu povo que os adorasse. I Reis 12:28 diz, “Pelo que o rei, tendo tomado conselhos, fez dois bezerros de ouro.” Um foi colocado em Betel e o outro em Dan, então foi dito ao povo para adorá-los, apesar de estarem cometendo um terrível pecado. Ele mesmo, arbitrariamente, escolheu os sacerdotes para liderarem a adoração.

“Depois destas coisas, Jeroboão ainda não deixou o seu mau caminho; antes, de entre o povo tornou a constituir sacerdotes para lugares altos; a quem queria, consagrava para sacerdote dos lugares altos” (I Reis 13:33). Esta é a origem da heresia.

Mesmo agora, os hereges escolhem para o sacerdócio qualquer um que queira fazer a obra de Deus. Qualquer um que se forma em um seminário teológico pode se tornar um ministro, um evangelista, um missionário ou um ancião, mesmo se tal pessoa não é nascida de novo da água e do Espírito.

Como uma pessoa que não nasceu de novo pode se tornar um ministro? Se tal pessoa é escolhida como ministro, a igreja que o elege se torna uma fábrica de produção de hereges.

Vamos pensar novamente sobre a origem das heresias. Primeiro, Jeroboão substituiu Deus por bezerros de ouro, para manter o seu poder político. Segundo, ele consagrou todos aqueles que se voluntariaram como sacerdotes. Em outras palavras, ele consagrou pessoas comuns como sacerdotes. E a mesma coisa é feita atualmente.

A história das heresias continuou após a época de Jeroboão. Aqueles que não são nascidos de novo da água e do Espírito nunca poderiam ser sacerdotes.

Uma pessoa que simplesmente se formou em um seminário teológico pode se tornar um ministro ou um evangelista? Está tudo bem para eles servir a Deus, apesar do fato de não serem aprovados por Deus? Nunca. Apenas aqueles que foram reconhecidos por Deus devem se tornar Seus servos. E são reconhecidos por Ele aqueles que nasceram de novo da água e do Espírito.

Está escrito em I Reis 12:25-26 e I Reis capítulo 13 que o pecado de Jeroboão provocou a ira de Deus. Nós todos deveríamos conhecer esta história, mas se não estiver familiarizado com ela, deveria ir até a Bíblia e encontrá-la.

Pense novamente se você está substituindo Deus por bezerros de ouro em seu ministério. Você, por acaso, coloca ênfase em bênçãos terrenas com medo de seus seguidores retornarem para o evangelho do novo nascimento da água e do Espírito?

Você fala para os seus seguidores que eles podem ser curados de doenças se eles crerem em Jesus? Você fala que serão abençoados com propriedades? Você escolhe aqueles que não são nascidos de novo para serem ministros ou membros da equipe da sua igreja e afirma que a sua denominação é a única verdadeira? Então você está cometendo o pecado de Jeroboão perante Deus e provocando a Sua ira.



Os hereges adoram um Deus de bezerros de ouro 

Ainda hoje, existem muitos hereges que adoram bezerros de ouro. Eles dizem que Deus abençoou Salomão quando ele ofereceu mil holocaustos a Deus. I Reis 3:3-5 diz, “Salomão amava ao SENHOR, andando nos preceitos de Davi, seu pai; porém sacrificava ainda nos altos e queimava incenso. Foi o rei a Gibeão para lá sacrificar, porque era o alto maior; ofereceu mil holocaustos Salomão naquele altar. Em Gibeão, apareceu o SENHOR a Salomão, de noite, em sonhos. Disse-lhe Deus:‘Pede-me o que queres que eu te dê.’”

Eles extorquem dinheiro de seus seguidores sob a promessa fraudulenta de “mil holocaustos de Salomão.” Aqueles seguidores ignorantes são extorquidos e os que adoram bezerros de ouro como seu Deus são destituídos de seu dinheiro, que é usado como contribuição para construir gigantescos prédios de igrejas. Não porque as igrejas são muito pequenas, mas porque eles querem tirar dinheiro de seus seguidores.

Colocar bezerros de ouro para as suas congregações adorarem foi apenas uma desculpa dos hereges para tirar dinheiro deles. Nós que cremos em Deus nunca devemos ser feitos de bobos. Se você oferecer dinheiro em adoração a bezerros de ouro, isso não é oferecido a Deus, mas termina no bolso de pseudo-sacerdotes que estão cheios de cobiça, como Jeroboão. Você nunca deve cair nas armadilhas dos hereges.

Então, por que Deus se agradou com os mil holocaustos de Salomão? Porque Salomão conhecia os seus próprios pecados, reconhecia que ele tinha que morrer por eles e ofereceu sacrifício segundo a sua fé. Ele ofereceu mil holocaustos em gratidão pela salvação de Deus. Salomão oferecia mil holocaustos todos os dias, pensando na redenção da água e do Espírito.

Agora, você deve se lembrar do verdadeiro significado da heresia, para que nunca seja enganado por pseudo-sacerdotes.
O que os hereges dizem sobre 
o novo nascimento?
Dizem que são nascidos de novo por meio 
de visões, sonhos e vários tipos de 
experiências espirituais.

Existem aqueles que ensinam aos outros sobre o novo nascimento quando nem mesmo eles renasceram na sua fé. Todos estes são hereges. Falam para os outros nascerem de novo quando eles são incapazes de renascer, pois não conhecem o evangelho da água e do Espírito. Assim, só podemos rir.

Os pseudo-sacerdotes pregam um falso evangelho, distorcendo o evangelho da água e do Espírito. Eles falam para as pessoas lavarem os seus próprios pecados todos os dias.

Eles dizem, “Vá e ore nas montanhas, tente jejuar, devote a sua vida à obra de Deus, ore de madrugada, seja obediente, ofereça muito dinheiro para construir igrejas, mas você deve tomar cuidado com seus próprios pecados.”

Certa vez, eu ouvi de uma pessoa testemunhando que ela havia nascido de novo. Ela disse que, em um sonho, estava em uma fila e, quando chegou a sua vez, Jesus chamou o seu nome. Ela disse que foi o seu testemunho de novo nascimento. Mas está correta esta convicção? Jesus não falou isso.

Em João 3, Ele diz, “quem não nascer da água e do Espírito não pode entrar no reino de Deus.” Deus diz que apenas aqueles que são nascidos de novo da água e do Espírito podem se tornar verdadeiros sacerdotes. Todos que crêem que são nascidos de sonhos, fantasias, êxtases espirituais ou orações de arrependimento são hereges.

Atualmente, muitas pessoas não crêem na palavra escrita de Deus e exaltam suas doutrinas denominacionais ao invés de nascer de novo da água e do Espírito. Aqueles que se recusam a pregar o evangelho do novo nascimento da água e do Espírito são pseudo-Cristãos e hereges.

Quando o verdadeiro evangelho 
começou a se misturar e ser distorcido 
por outras religiões?
Desde o tempo em que o Imperador Romano 
Constantino proclamou o Edito 
de Milão em 313 d.C.

Quando as denominações do Cristianismo foram formadas? Quando as denominações diferentes como Presbiterianos, Metodistas, Batistas, Luteranos, Santidade e Evangelho Pleno começaram? A Reforma começou a cerca de 500 anos atrás.

Os Cristãos primitivos foram aqueles que seguiram a Jesus quando Ele estava neste mundo. “Cristãos” significa “aqueles que seguem a Cristo.”

Os primeiros Cristãos foram os apóstolos e seus discípulos. Esses seguiram o verdadeiro evangelho até 313 d.C., mas após o Edito de Milão de Constantino, o Grande, os Cristãos e Gentios começaram a se misturar, resultando nos anos negros que permaneceram por mais de 1000 anos.

Mais tarde, no século 16, Martinho Lutero proclamou a Reforma, dizendo, “O justo viverá por fé.” Um pouco depois, entre 1500 e 1600, Reformadores como João Calvino e John Knox lideraram o movimento contra o catolicismo. Isso foi tudo o que a Reforma alcançou.

A Reforma foi simplesmente um esforço para estabilizar novas igrejas separadas da Igreja Católica Romana. Os Reformadores não negavam o catolicismo em si.

O seu propósito não era promover a fé no novo nascimento da água e do Espírito, mas se libertar da opressão e da corrupção da Igreja Católica Romana, que chamou este movimento de Protestantismo, que significa os protestantes.

Naquele tempo, a Igreja Católica Romana pedia para as pessoas comprarem indulgências, dizendo que elas poderiam enviar os seus ancestrais mortos para o céu quando as comprassem com muito dinheiro. Lutero não percebeu que o catolicismo estava errado, mas estava apenas tentando impedir a Igreja Católica Romana de vender indulgências para financiar a construção da Catedral de São Pedro.

Como resultado, nós podemos ver muitos resquícios da Igreja Católica nas Igrejas Protestantes modernas: Batismo de crianças, orações de arrependimento, que são similares à confissão na Igreja Católica, rituais santos, reconhecimento apenas daqueles que são formados em seminários teológicos como ministros, igrejas majestosas e grandiosas. Tudo isso são resquícios da Igreja Católica Romana.

Contando da Reforma há 500 anos atrás, a história do Protestantismo tem cerca de 500 anos. Este ano é o 481° aniversário da Reforma. Você pode não perceber que Martinho Lutero protestou contra a sua igreja mãe há apenas 481 anos atrás. Portanto, o Cristianismo não pode clamar por sua legitimidade à luz da sua relativa juventude. A Reforma do Cristianismo ainda está acontecendo e deve continuar acontecendo continuamente.

Mas há uma coisa que nós temos que ter em mente, nunca podemos esquecer que apenas aqueles que são nascidos de novo da água e do Espírito podem entrar no reino do céu. Vamos pregar isso! Você prega o evangelho de Jesus, o evangelho do novo nascimento da água e do Espírito? Se não, você não é um servo de Deus. É neste evangelho do “novo nascimento da água e do Espírito” que Deus quer que nós acreditemos. É o que Jesus ensina a Nicodemos em João capítulo 3.

A Bíblia só fala do evangelho do novo nascimento ou fala sobre outras coisas, como trabalhar para o bem da sociedade e viver uma vida santa? É claro que essas coisas são importantes também, mas você as faz depois de nascer de novo da água e do Espírito. A vontade de Deus é que nós acreditemos no evangelho.

Postagens populares

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...