Demonologia

Demonologia é o estudo sistemático dos demônios. Quando envolve os estudo de textos bíblicos, é considerada um ramo da Teologia. Por geralmente se referir aos demônios descritos no Cristianismo, pode ser considerada um estudo de parte da hierarquia bíblica. Também não está diretamente relacionada ao culto aos demônios.

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

É POSSÍVEL VENDER A ALMA AO DIABO?

Existe sempre alguém procurando por uma forma fácil de obter prazer, dinheiro, fama ou poder. Especialmente numa sociedade que valoriza e deifica aspectos materiais e ilusórios e cada vez mais subestima tudo o que tenha sabor de autêntica espiritualidade, e na qual são criados a todo instante novos prazeres para serem desfrutados, havendo tão pouco tempo para fazê-lo.





Muitas são as formas fáceis de triunfar no mundo material em que vivemos, e elas invariavelmente exigem condutas que extrapolam os limites da ética e da moral, e descartam completamente os valores espirituais mínimos que se espera de um ser humano decente e capaz de conviver de maneira harmônica em sociedade.


Em linguagem popular, quando alguém faz algo repugnante e desprezível para alcançar rapidamente aquilo que deseja, diz-se que esta pessoa fez um Pacto com o Diabo, ou seja, vendeu sua alma a Satanás em troca de algum benefício. Esta expressão se fundamenta numa tradição de origem cristã, segundo a qual é possível realizar acordos com o Príncipe deste Mundo e assim obter dele favores em troca da entrega da própria alma

Mas ate as Pessoas Intenderem, que Terreiro Nenhum Faz estes Tipos, de Pacto Verdadeiro, a penas e Possível Fazer Pactos com as Crases Mais baixas de Demônios. 
Segundo esta tradição, que possui expressões antigas e modernas, o pacto com o diabo ou a venda da alma a Satanás aconteceria sem intermediários, ou seja, entre a própria pessoa e Satã, ou algum outro demônio poderoso o suficiente para satisfazer algum desejo. A pessoa ofereceria sua alma em troca da realização dos favores solicitados à entidade demoníaca. Mais tarde, contudo, o agente das sombras viria coletar seu prêmio, e o pobre infeliz e iludido haveria de sofrer a danação eterna, nada equiparável em intensidade aos míseros e efêmeros prazeres obtidos pelo pacto
Nos relatos existentes, quer sejam verdadeiros, fantasiosos ou simbólicos, tais favores variam entre juventude, conhecimento, talento, riqueza, poder, vingança e prazeres sexuais. Em troca, o demônio exige a promessa da alma para toda a eternidade, ou ainda o abjeto e vil sacrifício de crianças ou a sua consagração às forças do mal no momento de seu nascimento
Em geral, os pactos podem ser orais ou escritos. Pactos orais são realizados mediante rituais invocatórios, e uma vez que a criatura abismal se faz presente, o invocador verbalmente solicita o favor desejado e oferece em troca a sua alma. Pactos escritos começam da mesma forma que os orais, ou seja, com invocações, conjurações e rituais, mas incluem uma etapa onde o invocador escreve o que deseja e assina com sangue em um contrato ou no chamado Livro Vermelho de Satã.
Se sabe hoje Em dia que para fazer Pacto com o Demônio, e preciso coisas absurdas, coisa que não se encontra em lojas de artigos de Umbanda, coisas deste modo, são produtos Difíceis, Coisa que podem levar o ser Humano a Prisão. 
Esta possibilidade de se realizar um pacto com entidades demoníacas não é algo ignorado e nem mesmo rejeitado pelos gnósticos. Sabemos que este é um dos aspectos do eterno jogo cósmico entre as forças da Luz e das Trevas, mas como nossa opção é pela Luz, não nos dedicamos a realizá-los e nem mesmo a ensiná-los. Pelo contrário, ensinamos como desfazer estes tristes acordos que as almas incautas, movidas pelo individualismo à qual todos estamos sujeitos, acabam realizando.
Antes disso é necessário compreender o que este pacto significa. E à luz da consciência desperta, este Pacto com o Diabo é uma alegoria que retrata com perfeição dialética uma realidade que ocorre no mundo interior da imensa maioria das pessoas. Com isso estamos afirmando que a parcela predominante das almas deste mundo já têm firmado este contrato nefasto, venderam-se em troca de favores que recebem todos os dias, e se você, querido leitor, está lendo este texto em busca de conhecimento para realizar o pacto, saiba que na verdade ele já foi feito, ainda que você não tenha sido avisado disso.
Não exageramos quando fazemos essa afirmação, pois para isso nos apoiamos na sabedoria gnóstica e nos instrumentos da psicologia experimental, que contemplam os mais diferentes – e às vezes estranhos – aspectos das tradições espirituais para tomar conhecimento da condição em que a alma se encontra e da obra que ela precisa realizar para reencontrar a Luz. E o que esta sabedoria nos revela é que o pacto pode ser desfeito a partir do momento em que começamos a tomar consciência da verdadeira natureza do Diabo, deste personagem que habita nosso mundo interior e aprisiona as almas dando a elas as migalhas de ilusão que tanto desejam.

Para os gnósticos, o Diabo é a viva representação do EGO, o conjunto de defeitos psicológicos conhecidos como Orgulho, Ira, Luxúria, Cobiça, Inveja, Preguiça e Gula, os sete pecados capitais, ou sete demônios que Jesus (alma cristificada) expulsa de Maria Madalena (alma pecadora). Estes sete defeitos são desejos, apegos, medos e ilusões que aprisionam a ALMA e a mantém profundamente escravizada. Toda alma que se tenha deixado aprisionar pelo ego possui um verdadeiro pacto com este mesmo ego, e em outras palavras pode-se dizer que está vendida ao Diabo.

Enquanto o Ego permanece vivo, a alma pertence ao Diabo, ao Satanás Interior, que promete à ela a satisfação de seus desejos, mas entrega sofrimentos, dores, frustrações e amarguras que parecem não ter fim. O ego é o elemento psicológico caótico que escraviza a consciência, engarrafa a alma e a faz adormecer profundamente. Somente através do DESPERTAR e da REVOLUÇÃO da consciência é possível desfazer este pacto, acabando com a dependência das ilusões e dos prazeres deste mundo e com o sofrimento.
Para realizar esta “quebra de pacto”, para “desfazer este negócio”, a alma precisa eliminar o Ego e alcançar o que em esoterismo gnóstico se chama a Cristificação. E para cristificar a alma é necessário seguir os ensinamentos do grande Mestre, que aponta à humanidade três atitudes: “negue-se a si mesmo, tome a sua cruz, e siga-me” (Lucas 9:23). Estes são, em linguagem gnóstica contemporânea, os chamados Três Fatores de Revolução da Consciência, e ao colocá-los em prática qualquer um pode livrar sua alma deste acordo demoníaco que causa tanta dor e sofrimento.

Postagens populares

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...