Demonologia

Demonologia é o estudo sistemático dos demônios. Quando envolve os estudo de textos bíblicos, é considerada um ramo da Teologia. Por geralmente se referir aos demônios descritos no Cristianismo, pode ser considerada um estudo de parte da hierarquia bíblica. Também não está diretamente relacionada ao culto aos demônios.

domingo, 8 de novembro de 2015

Como Fazer uma Correta Confissão de Pecados

I João 1:9  
“Se confessarmos os nossos pecados, Ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda a injustiça.”



O evangelho do sangue é meio evangelho 
Nós podemos entrar no 
reino do céu apenas com o 
evangelho do sangue?
Nunca. Nós temos que crer no evangelho 
completo (o evangelho da 
água e do Espírito).

I João 1:9 se aplica apenas para os justos. Se um pecador que ainda não se redimiu tentar expiar os seus pecados diários, segundo as palavras desta passagem, e confessar os seus erros, os pecados dele não serão expiados. Você vê o que eu estou dizendo aqui? Esta passagem não se aplica aos pecadores que não nasceram de novo.

Existem muitos nesse mundo que ainda não nasceram de novo, mas que pegam esta passagem de I João capítulo 1 e oram e se arrependem de seus pecados, esperando por perdão.

Mas uma pessoa que não nasceu de novo pode ser redimida de seus pecados através de orações de confissão? Este é um ponto importante que devemos considerar e esclarecer antes de seguirmos adiante.

Antes de ler I João, você tem que decidir se o Apóstolo João foi um homem justo ou pecador. Deixe-me perguntar: o Apóstolo João foi um homem justo que nasceu de novo crendo no evangelho da água e do Espírito ou era um pecador?

Se disser que o Apóstolo João era um pecador, você está biblicamente incorreto nessa crença. Se o Apóstolo João era um homem justo que nasceu de novo quando creu em Jesus, torna-se claro que ele tinha uma fé diferente da sua. Você deve ter a mesma fé que o Apóstolo João.

Deixe-me fazer outra pergunta. O Apóstolo João estava escrevendo aquelas cartas para os justos ou pecadores? Ele estava escrevendo para os justos.

Portanto, se os pecadores, que não nascidos de novo, citarem as palavras de I João 1:9 e aplicarem a eles próprios, isso é um erro. Se você quer se tornar justo, confesse seus pecados diante de Deus e creia no evangelho da água e do Espírito. Então, o Senhor irá lavar todos os seus pecados com o evangelho que já limpou os pecados do mundo.

A fé do Apóstolo João é como essa. Em I João capítulo 5 diz que ele tem fé na “água, sangue e Espírito.” Você crê em Jesus Cristo, que veio pela água, sangue e Espírito? Crê apenas em Jesus que veio pela Cruz e pelo Seu batismo, Seu sangue e Espírito?

Poderá entrar no reino do céu crendo apenas no evangelho do sangue? Se a sua fé é apenas no evangelho do sangue na Cruz, então só conhece metade do evangelho. Se você crer apenas no sangue de Jesus, não há dúvida que se encontra orando por perdão todos os dias. Certamente você crê que os seus pecados podem ser lavados simplesmente através de orações de arrependimento.

Mas os seus pecados podem ser lavados quando crê apenas no sangue na Cruz, se arrepende e ora por perdão de seus pecados diários? Se você é uma dessas pessoas, então os pecados permanecem em seu coração, porque ninguém pode lavá-los através da fé apenas no sangue de Jesus na Cruz, pois você ainda não conhece o evangelho da água e do Espírito e sua fé é incompleta.

O Apóstolo João era nascido de novo porque acreditava no evangelho da água, do sangue e do Espírito, mas você crê apenas no sangue na Cruz. Se mesmo você não tem uma idéia clara do evangelho, como pode levar os outros à salvação? Não é nascido de novo, mas está tentando expiar os pecados através de orações de arrependimento. Isso nunca irá funcionar.

Não importa o quanto os homens orem e se arrependam, seus pecados não podem ser lavados do seu coração. Se algumas vezes você sente que os seus pecados foram lavados, é apenas a sua imaginação e o poder das suas emoções. Se ora e se arrepende, pode ser capaz de se sentir renovado por um dia ou mais, mas nunca se tornará livre dos seus pecados dessa forma.

Os pecadores oram e se arrependem, esperando serem salvos de seus pecados. É por isso que ainda são pecadores, mesmo após crerem em Jesus por um longo tempo. Eles não conhecem o evangelho da água e do Espírito. Se crê em Jesus, mas ainda não nasceu de novo, você pode ser uma dessas pessoas. Se está tentando expiar os seus pecados orando e se arrependendo todos os dias, este é um testemunho claro de que não nasceu de novo. Você tem que decidir se crê no evangelho da água e do Espírito, como o Apóstolo Paulo fez, ou se coloca a sua fé em seus próprios pensamentos e emoções. Uma é a verdade clara, a outra é a mentira.

O verdadeiro evangelho, segundo a Bíblia, é aquele em que Jesus foi batizado e levou todos os pecados do mundo de uma vez por todas e recebeu o julgamento por todos os pecadores na Cruz. Se o homem crer no batismo de Jesus e na Sua morte na Cruz, ele será salvo de uma vez de todos os seus pecados. Por outro lado, se o homem tenta lavar as suas transgressões com orações de arrependimento, ele nunca se libertará dos seus pecados. Você acha que pode lembrar de todos os seus pecados diários? Deus toma conta dos pecados que você não se arrepender? As orações de arrependimento são uma solução para os pecados diários? Não.
Quais são os limites da confissão 
e das boas obras?
Apesar de termos que confessar os nossos 
pecados durante a nossa vida, nós nunca 
seremos salvos simplesmente confessando 
as nossas transgressões e 
fazendo boas obras.

Arrependimento na Bíblia significa retornar de uma fé errada para a verdadeira fé e, para os justos, significa o reconhecimento de seus erros e o retorno para a luz do evangelho.

Se você é um pecador agora, deve fazer a confissão de pecados dessa forma. “Querido Deus, eu pequei e mereço ser enviado para o inferno, mas desejo ser salvo dos meus pecados. Por favor, me salve de todos os pecados. Eu não sou nascido de novo e sei que eu estou a um passo de ir para o inferno.” Esta é a confissão correta.

Então, que tipo de confissão um nascido de novo faz? “Querido Deus, cometi o pecado de seguir a minha carne. Eu creio que Jesus foi batizado por João Batista e me salvou de todos os pecados, mesmo aqueles que acabei de cometer, do contrário eu teria que morrer por eles. Eu agradeço ao Senhor porque me salvou com a água e com o sangue.” A confissão dos nascidos de novo e daqueles que ainda não nasceram de novo são diferentes.

Todos nós devemos ter a mesma fé do Apóstolo João. Se você tentar esconder os seus pecados atrás da confissão que é para os justos, então nunca será salvo da morte, que é o salário do pecado.

Todos os pecadores que não são nascidos de novo devem parar de se esconder atrás de orações de confissão e devem começar a crer no verdadeiro evangelho da água, do sangue e do Espírito. Eles devem aprender a fé do Apóstolo João e, portanto, receberem a salvação.

Os pecadores não percebem que terrível julgamento eles terão por seus pecados. O pecado mais terrível diante de Deus é não crer no evangelho do novo nascimento da água e do Espírito.

Todos aqueles que crêem em Jesus mas ainda não nasceram de novo devem confessar perante Deus, “Senhor, eu sou um pecador que será lançado nas chamas ardentes do inferno,” enquanto se abstém de dizer, “Senhor, por favor, lave os meus pecados.” Quando um pecador guarda em seu coração o evangelho que diz que Jesus o salvou através do Seu batismo no Jordão e do Seu sangue na Cruz, ele pode ser liberto de todos os seus pecados. Este é o tipo de confissão que um pecador deve fazer a fim de ser salvo de todos os seus pecados diante de Deus.

Um pecador tem apenas que confessar que ainda não nasceu de novo e crer no evangelho da água e do Espírito, então será salvo de uma vez. Pelo evangelho da água e do Espírito, a salvação dos pecadores foi completada. “E não há salvação em nenhum outro; porque abaixo do céu não existe nenhum outro nome, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos” (Atos 4:12). Deus salvou todos os pecadores de seus pecados através de Seu Filho, Jesus, que foi batizado por João Batista e morreu na Cruz.

O Senhor foi batizado, levou todos os pecados do mundo, pagou por eles na Cruz com Sua vida, foi ressuscitado após três dias e agora está assentado à destra de Deus. Esta é a última verdade.

Devemos todos fazer esta confissão: “Senhor, eu não posso evitar o pecado até o dia da minha morte. Nasci pecador da barriga da minha mãe e, devido a todos os pecados que cometi, deveria ser lançado nas chamas do inferno. Por essa razão, quero crer em Jesus, que veio pela água, sangue e Espírito e tornou-se meu Salvador.”

Assim como está escrito em Mateus capítulo 3, Jesus levou todos os pecados do mundo, incluindo todos os que cometemos até o dia em que morremos, quando Ele foi batizado no Rio Jordão. “E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará” (João 8:32).

Se Jesus nos salvasse apenas do pecado original e falasse para resolvermos o problema dos nossos pecados por nós mesmos, estaríamos em constante agonia. Mas Jesus nos libertou de todos os nossos pecados com o Seu batismo e sangue. Com o que nós temos que nos preocupar? Quando cremos no batismo de Jesus e no Seu sangue na Cruz, e agradecemos a Deus, o Espírito habita em nossos corações.

Você crê em Jesus? Crê que o Espírito habita em você? Todos os seus pecados foram passados para Jesus quando Ele levou todo o pecado do mundo com o Seu batismo. Mais tarde, Ele foi julgado por nossos pecados na Cruz, nos libertando da maldição eterna. Este é o verdadeiro evangelho.

Qual é a verdadeira 
confissão do justo?
Confessar que pecam todos os dias, 
mas têm fé no fato de que Jesus lavou 
todos os seus pecados diários 
há 2000 anos atrás.

I João 1:9, “Se confessarmos os nossos pecados, Ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda a injustiça.” Isto significa que um homem que decide crer no evangelho da água e do Espírito deve confessar seus pecados dizendo, “Senhor, não posso evitar o pecado durante toda a minha vida, mas sei que não posso ser salvo de todos os meus pecados através de orações de perdão. Creio que o salário do pecado é a morte e nada, exceto o batismo de Jesus e a Sua crucificação, poderia lavar todos os meus pecados. Eu confesso que pequei hoje, mas creio que Jesus já lavou o pecado que cometi hoje no Jordão há 2000 anos atrás.” Se ele orar dessa forma, o problema dos pecados na sua consciência será resolvido de uma vez.

Aqueles que já nasceram de novo só precisam confessar os seus pecados. Eles apenas confirmam que Jesus já lavou qualquer pecado que eles tenham cometido. Porque Jesus foi batizado e morreu pelos pecadores há 2000 anos atrás, não importa quão fracos eles sejam, todos os seus pecados foram completamente lavados.

O texto que nós lemos hoje é muito bom para os justos, mas, se um pecador toma esse verso e usa da forma errada, irá terminar no inferno. Todavia, esta é uma das mais mal utilizadas passagens da Bíblia. Ela tem causado há muito tempo um entendimento errado entre os Cristãos.

Há um ditado que diz que um médico inapto pode matar os seus pacientes. Quando um médico inapto tentar fazer mais do que é capaz, ele pode acabar matando os seus pacientes.

É uma regra de vida que um homem deve ser bem treinado e tornar-se experiente para realizar bem as suas tarefas. A mesma coisa acontece no mundo da fé. Aqueles que ensinam a palavra de Deus devem trazer a verdade como está escrita, com precisão e clareza, e aqueles que aprendem devem ter fé no que eles ensinam.

Se os pregadores ensinam os seus seguidores doutrinas erradas ou se os crentes aprendem a Bíblia incorretamente, isso apenas resultará em julgamento e inferno para ambos. Apenas os nascidos de novo podem ensinar corretamente sobre a Bíblia. Mesmo os bons médicos podem matar os seus pacientes, se são mal prescritos, e o mesmo acontece com o ensinar e o aprender da palavra de Deus. Ela é tão essencial como fogo em nossas vidas. Mas assim como pode acontecer um desastre quando o fogo cai nas mãos de crianças, a palavra de Deus pode trazer terríveis desastres nas mãos erradas.

Devemos discernir a diferença entre confissão dos justos e dos pecadores. I João 1:9 é para os justos. Quando um homem justo confessa os seus pecados diante do Senhor com fé, ele é liberto deles porque Jesus já lavou todos os pecados há 2000 anos atrás.
É errado para os pecadores crerem que seus pecados são lavados todas as vezes que oram por perdão. Quando alguém não é nascido de novo, seus pecados podem ser lavados apenas pela confissão?

Deus é justo. Ele enviou Seu único Filho para este mundo e Este levou os pecados do mundo através do Seu batismo e salvou a todos que crêem na água do Seu batismo e no Seu sangue na Cruz. Portanto, quando um homem justo confessa os seus pecados, Deus diz a ele que Jesus já levou todos os pecados há 2000 anos atrás. Ele confirma que não tem pecado, apesar da sua carne ainda pecar.

Postagens populares

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...