Demonologia

Demonologia é o estudo sistemático dos demônios. Quando envolve os estudo de textos bíblicos, é considerada um ramo da Teologia. Por geralmente se referir aos demônios descritos no Cristianismo, pode ser considerada um estudo de parte da hierarquia bíblica. Também não está diretamente relacionada ao culto aos demônios.

domingo, 8 de novembro de 2015

Os hereges desempenham o papel de falsos profetas

Os hereges gostam de dizer “provavelmente” ou “talvez”, porque falta a eles convicção sobre o que estão falando. Eles não têm fé na palavra de Deus e não crê em realmente no que estão pregando. A sua crença não está assentada na fé na palavra de Deus. Eles dizem, “Pode ser dito que...”, mas nunca falam claramente e com convicção. Seria melhor que eles não ensinassem os seus seguidores do que ensinarem mentiras. Pois eles não podem levar as pessoas a nascerem de novo da água e do Espírito, assim só condenam ainda mais pessoas ao inferno.
O que é a blasfêmia contra 
o Espírito Santo?
É crer em Jesus e viver como um pecador 
que não crê em Seu batismo.
Mateus capítulo 7 nos fala sobre aqueles que crê em em Jesus e acabam no inferno. Os hereges irão protestar perante Deus nos últimos dias, como está escrito na Bíblia, “Muitos, naquele dia, hão de dizer-me: Senhor, Senhor! Porventura, não temos nós profetizado em teu nome, e em teu nome não expelimos demônios, e em teu nome não fizemos muitos milagres? Então, lhes direi explicitamente: nunca vos conheci. Apartai-vos de mim, os que praticais a iniquidade” (Mateus 7:22-23).

Eles não crê em que Jesus lavou todos os pecados do homem; não crê em no evangelho da água e do Espírito.

Eles praticam a iniquidade. O que isso significa? Significa que falam para as pessoas crerem em Jesus, mas ainda possuem pecados em seus corações. Você pode pensar o que há de tão errado nisso, mas isso é um sério pecado contra Deus.

Quando um pecador prega para outras pessoas a necessidade de crer em Jesus, ele não pode levá-las ao novo nascimento, porque ele mesmo não nasceu de novo da água e do Espírito. Portanto, os hereges só produzem pecadores que crê em em Jesus. É um pecado contra o Espírito praticar a iniquidade.

Os hereges não crê em na palavra de Deus e nem pregam o evangelho como está escrito, apenas tiram dinheiro de seus seguidores. Eles são pecadores apesar de crerem em Jesus e tentam guiar outros quando eles mesmos não são nascidos de novo. Dessa forma, praticam iniquidade.
Como nós distinguimos 
aqueles que nasceram de novo 
daqueles que não nasceram?
Nós podemos distinguir testando 
se eles têm ou não pecado.

Não seja enganado por aqueles falsos pregadores que dizem que são pecadores, não ofereça a eles o seu dinheiro. Não dê a esses pecadores o seu dinheiro ganho com tanto trabalho.

Por que você daria dinheiro para aqueles pregadores que não podem te ajudar com seus pecados? Se você quer dar o seu dinheiro para a igreja, espere pelo menos até que seus pecados sejam destruídos através do evangelho da água e do Espírito.

Assim como existem imitações na arte, também existem imitações na vida. Existem, por exemplo, religiões imitativas que não podem lavar todos os pecados do coração. Como você identifica este tipo de religião? Uma imitação é algo que parece genuíno por fora, mas de fato está longe da coisa real.

Você tem que decidir por si mesmo. Quem são os verdadeiros pregadores? Quem são os hereges? Os ortodoxos crê em em Jesus e no Seu poder redentor e não possuem pecados em seus corações. Mas os hereges têm pecados em seus corações.

Então, todas as pessoas são como os hereges? Pode ser. Mas vamos voltar para a Bíblia. Qualquer um que crê em Jesus, mas não é nascido de novo, é um herege. Está claro que os nascidos de novo são os ortodoxos. Portanto, aqueles que não são nascidos de novo são hereges. Os hereges são aqueles que crê em em Jesus, mas ainda têm pecado em seus corações.

Os hereges são imitações dos justos. Eles podem saber que o caminho para se tornar santificado é crer em Jesus, mas infelizmente continuam com pecados em seus corações. Eles mesmos acreditam que são pecadores, mas dizem que ainda podem ir para o céu e que adoram a Deus. Parece muito que eles são justos, mas não vamos nos deixar enganar por imitações.
Por que o puro evangelho 
foi mudado?
Porque os falsos sacerdotes e hereges 
misturaram as crenças falsas dos homens 
com o puro evangelho.

“Portanto, diz o Senhor, o SENHOR dos Exércitos, o Poderoso de Israel: Ah! Tomarei satisfações aos meus adversários e vingar-me-ei dos meus inimigos. Voltarei contra ti a minha mão, purificar-te-ei como com potassa das tuas escórias e tirarei de ti todo metal impuro. Restituir-te-ei os teus juízes, como eram antigamente, os teus conselheiros, como no princípio; depois, te chamarão cidade de justiça, cidade fiel. Sião será redimida pelo direito, e os que se arrependem, pela justiça. Mas os transgressores e os pecadores serão juntamente destruídos; e os que deixarem o SENHOR perecerão. Porque vos envergonhareis dos carvalhos que cobiçastes e sereis confundidos por causa dos jardins que escolhestes. Porque sereis como o carvalho, cujas folhas murcham, e como a floresta que não tem água. O forte se tornará em estopa, e a sua obra, em faísca; ambos arderão juntamente, e não haverá quem os apague” (Isaías 1:24-31).

Deus nos fala que se acreditarmos no homem, nós seremos envergonhados por causa dele. Ele nos diz que seremos envergonhados em razão da igreja que escolhemos para nós e esta vergonha será como uma árvore cujas folhas murcham e como uma floresta que não tem água.

Ele nos diz que os falsos sacerdotes e os seguidores que crê em em seus preceitos humanos, no lugar da palavra de Deus, tornar-se-ão estopa e as suas obras como faísca. Ambos queimarão no inferno. Os falsos pregadores e hereges que não foram redimidos, bem como os pecadores e inimigos da justiça serão julgados com a chama de Deus.

As igrejas construídas apenas sobre teologias podem parecer grandes por fora, mas não têm nada por dentro. Qualquer igreja que não é fundada sobre a crença na palavra de Deus e no evangelho do novo nascimento da água e do Espírito é como um jardim que não tem água.

Pode ser uma árvore, mas é uma árvore morta, incapaz de frutificar. Quando um poço não tem água, ele não é mais um poço.

“O forte se tornará em estopa, e a sua obra, em faísca; ambos arderão juntamente, e não haverá quem os apague.” Aqueles que não têm o Espírito podem parecer fortes a outros homens, mas aos olhos de Deus, eles são como estopa, prestes a arder no fogo do inferno.

O Senhor pergunta, “Guarda, a que hora estamos da noite?” (Isaías 21:11). Os justos que têm a vida eterna deveriam pregar o evangelho da água e do Espírito na escuridão da noite.

Deus é luz e Satanás escuridão. Deus guia seu povo para a justiça e Satanás para falsos templos, com caos e falsa teologia.

No tempo do profeta Isaías, a fé do povo era tão caótica quanto a de hoje. Eles misturavam a palavra de Deus com teologia e preceitos humanos, enganavam tanto o povo de Israel com os caóticos produtos humanos que Deus decidiu se livrar de todos eles.

“Voltarei contra ti a minha mão, purificar-te-ei como com potassa das tuas escórias e tirarei de ti todo metal impuro. Restituir-te-ei os teus juízes, como eram antigamente, os teus conselheiros, como no princípio.” As ofertas que nunca serão aceitas por Deus são como metal impuro, uma mistura da verdade de Deus com teorias humanas.

Deus nunca aceita ofertas que estão misturadas. Elas podem parecer puras diante dos olhos humanos, mas se são misturadas com crenças erradas de homens, estão misturadas com impurezas e, portanto, não são aceitáveis a Deus.

Deus reprovou o povo de Israel, especialmente os hereges, falsos pregadores e pecadores.

Se nós lermos Êxodo e Números, nós poderemos ver que Deus não os reprovou no princípio. Ele ajudou o povo de Israel e derramou bênçãos sobre eles. Mas após a morte de Josué, dos juízes, o povo de Israel foi invadido.

Contudo, eles escolheram seguir o seu próprio caminho. Naquele tempo, Deus enviou o profeta Jeremias e falou para Israel se render à Babilônia.

Jeremias falou para o povo e sua palavra tinha um significado espiritual, simbolizando o fato de que os justos falam para aqueles que seguem os hereges a se renderem ao evangelho da água e do Espírito.
Deus reprova os hereges 
Por que Deus reprova 
os hereges?
Porque eles servem a ídolos 
em vez de Deus.

Por que os servos de Deus reprovaram o povo de Israel? Porque eles mudaram o sistema sacrifical, escolhendo pessoas comuns como sacerdotes e mudando as datas dos sacrifícios.

Eles mudaram o Dia da Expiação do décimo dia do sétimo mês para o quinto dia do oitavo mês e escolheram sacerdotes que não faziam parte dos Levitas. Eles, portanto, bloquearam o caminho para o novo nascimento.

Deus repreendeu os falsos pregadores. Aqueles que serviam aos bezerros de ouro em vez de Deus tornaram-se sacerdotes hereges.

De fato, Deus não os repreendeu apenas por adorarem ídolos. Eu e você também não adoramos ídolos às vezes? Nós pecamos com muita freqüência, mas as nossas iniquidades não são consideradas pecados graves, pois estamos sob a graça de Deus. Mas trocar Deus por bezerros de ouro não pode ser perdoado, e o mesmo vale para trocar o sistema sacrifical e a escolha de pessoas comuns para o sacerdócio.

Que pecados terríveis são esses! São os mais graves. Como uma pessoa pode ser perdoada por trocar Deus por bezerros de ouro! Está escrito na Bíblia que foi o pecado de Jeroboão que trouxe a ira de Deus.

Assim como Deus mostrou a Sua ira no Antigo Testamento, agora destrói os pecadores que estão contra Ele. Deus disse a Israel que amaldiçoaria aqueles que não desistissem de adorar os bezerros de ouro.

Postagens populares

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...