Demonologia

Demonologia é o estudo sistemático dos demônios. Quando envolve os estudo de textos bíblicos, é considerada um ramo da Teologia. Por geralmente se referir aos demônios descritos no Cristianismo, pode ser considerada um estudo de parte da hierarquia bíblica. Também não está diretamente relacionada ao culto aos demônios.

terça-feira, 1 de setembro de 2015

Apocalipse 2:1 - 3:22 Cartas às Sete Igrejas da Ásia

Jesus incumbiu João de enviar o livro de Apocalipse a sete igrejas. Nos capítulos 2 e 3, o Senhor deu mensagens especiais a cada uma dessas igrejas. Cada carta segue quase o mesmo modelo: ì uma comunicação ao anjo que representava a igreja; í uma frase descrevendo Jesus; î um comentário das boas coisas feitas pela igreja (em um caso nada de bom é mencionado S veja 3:14-22); ï uma repreensão pelas más coisas que Jesus observava (em duas cartas nada de mau é mencionado S veja 2:8-11 e 3:7-13); ð encorajamento para corrigir o erro (exceto para as igrejas em que nada de mau tinha sido notado): ñ uma exortação a ouvir; ò uma promessa àquelas que triunfassem (em alguns casos a ordem destas últimas duas é invertida).

Lições:

Éfeso; uma igreja doutrinariamente sólida e ativa, ainda que seu amor tivesse ficado frio. É perigoso permitir que nosso serviço a Deus se torne mecânico e ritual; o primeiro mandamento é amar a Deus com todo o coração. Quando uma igreja deixa de amar a Deus ela prejudica sua relação com ele.

Esmirna: esses irmãos estavam sofrendo perseguição e dificuldades econômicas, mas Deus estava orgulhoso deles. O mito que a fidelidade a Deus sempre traz prosperidade e termina o sofrimento é falso.

Pérgamo: esse grupo permanecia fiel mesmo quando um membro foi martirizado, mas tinha um grande problema: tolerava o ensino de falsas doutrinas que encorajavam idolatria e imoralidade. O Senhor ameaçou fazer guerra contra ele.

Tiatira: essa congregação estava procedendo bem de todos os modos (2:19), mas foi criticada pelo Senhor porque aceitava uma mulher "que a si mesma se declara profetisa" que promovia pecado sexual. As igrejas têm que rejeitar os membros que encorajam o pecado (Tito 3:10-11).

Sardes: essa igreja tinha grande reputação, mas a realidade desmentia o nome. Não podemos descansar sobre nosso passado. As igrejas vivem por causa de seu atual serviço a Deus.

Filadélfia: as duas igrejas que não foram criticadas (Esmirna e Filadélfia) eram as igrejas que sofriam maior perseguição. O Senhor reassegurou-as de que era ele quem tinha a chave, e que quando ele abrisse a porta para elas, ninguém seria capaz de fechá-la.

Laodicéia: Se autoconfiança fosse o padrão, essa igreja seria proeminente. Sua autoconfiança era imensa, mas sua falta de fervor tinha deixado o Senhor do lado de fora, batendo na porta para entrar em sua própria igreja. Arrogância e prosperidade material freqüentemente produzem cristãos complacentes.
 Apocalipse 4:1 - 5:14
Um Vislumbre do Céu

Não seria maravilhoso ver o céu? O apóstolo João viu. No começo de Apocalipse 4, ele foi convidado a subir e ter uma visão da morada de Deus. Através de sua descrição escrita podemos "ver" o trono do Senhor.

O quadro:

O trono de Deus: No centro do universo, tudo o mais irradiando dele. É significativo que aquele que ocupava o trono nunca foi diretamente descrito (veja 1 Timóteo 6:16).

Várias criaturas: Quatro eram semelhantes aos querubins em Ezequiel; elas estavam constantemente louvando a Deus. Vinte e quatro eram anciãos, gloriosos e exaltados; eles lançaram suas coroas diante do Senhor supremo.

Em volta do trono: Como um mar de vidro! Imagine as cores vívidas refletindo desse mar tremeluzente. Luzes celestiais e trovões emanavam do trono.

O livro: Selado, na mão de Deus. Um anjo forte perguntou, mas em todo o céu e a terra não havia ninguém digno de abri-lo. Subitamente, o Cordeiro (Jesus) prevaleceu e veio até aquele que ocupava o trono. Ele tomou o livro e começou a abrir os selos. Isso descreve a perspectiva do céu da ascensão vitoriosa de Jesus de volta para o Pai (veja Atos 1:9-11 para a perspectiva terrestre). Os capítulos subseqüentes informam sobre a abertura desse livro selado.

Orações dos discípulos: Bem no meio desse esplendor empolgante. O grande Deus do universo em toda a sua glória ouve os seus filhos.

Louvor: Um aumento progressivo de adoração ao Cordeiro e seu Pai. Ouçamos com João quando ele ouve, primeiro, as criaturas viventes e os anciãos em volta do trono, depois milhões de anjos com altas vozes, e, finalmente, todas as criaturas do universo juntam-se para honrar e glorificar a Deus.

Sugestões para aplicações:

Esses capítulos requerem mais do que estudo; eles exigem meditação e aplicação em nossas vidas. Imagine João, imediatamente após ele ter visto tudo isso, ou na semana seguinte ... O resto de sua vida deve ter sido profundamente afetado por causa dessa cena. Ele escreveu o que viu para que nós possamos ver e ouvir também. E, assim, precisamos deixar-nos comover profundamente.

Adoração: Devemos participar ansiosamente, de coração, da adoração a Deus, uma vez que partilhamos desse vislumbre da realidade do louvor celestial.

Reverência: Deus é um grande Deus; ele merece e exige respeito. Precisamos respeitar o nome de Deus (nunca usando em vão frases como "meu Deus"), a palavra de Deus (estudando cuidadosamente e obedecendo tudo o que ele diz) e a presença de Deus (reconhecendo que estamos sempre em sua presença e procurando nunca fazer nada que possa ofendê-lo).

Perspectiva: Os cristãos tendem a se distrair com as atividades da vida diária. Precisamos aprender a concentrar o coração e a vida no Senhor.

Postagens populares

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...